RSS

Arquivo da tag: ano novo chinês

Chum Tai

Barquinhas de alfaceRecebi por e-mail esta receita de ano novo chinês do Breno Lerner (editor e estudioso da história da gastronomia) e não pude deixar de compartilhar aqui.

É uma receita de barquinhas de alface, recheadas tradicionalmente com carne de pombos, aqui substituída por carne de frango. “Chum Tai”, expressão que dá título a este post, é a pronúncia para “alface” em cantonês. Ela é muito parecida com outra, “Choom Tai Fo”, que significa “fazer fortuna”. Por isso, é comum as famílias comerem esses pratos como forma de desejar muita fortuna no ano que começa.

Segue a receita, um pouco adaptada ao meu gosto:

  • 2 colheres (sopa) de molho de soja (shoyu)
  • 1 colher (sopa) de molho Hoisin (se não encontrar, faça sem ele, que também fica muito bom!)
  • 2 colheres (sopa) de vinagre de arroz
  • 1 colher (café) de açúcar
  • Óleo de soja para refogar
  • 500 g de peito de frango em tiras finas (lâminas)
  • 2 dentes alho bem picados
  • 2 colheres (sopa) de gengibre ralado
  • 1 cebola roxa bem picada
  • 1 xícara (chá) de champignon, fatiado
  • 10 castanhas-do-pará picadas grosseiramente
  • Sal
  • 10 folhas de alface americana (em forma de cuia)
  • Coentro picado para decorar
  1. Numa tigela, misture o molho de soja, o molho Hoisin, o vinagre e o açúcar. Reserve.
  2. Aqueça bem uma frigideira grande (ou uma wok), até começar a sair fumaça. Adicione duas colheres (sopa) de óleo, espalhando-o pela frigideira. Adicione o frango e frite-o em fogo alto por cerca de dois minutos, até começar a dourar. Mexa de vez em quando para não queimar.
  3. Afaste o frango para a borda da frigideira. Adicione uma colher (sopa) de óleo e frite por alguns segundos o alho e o gengibre. Acrescente a cebola, fritando por mais cerca de um minuto.
  4. Adicione o champignon e a castanha. Misture tudo. Acrescente o molho (reservado) e volte a misturar.
  5. Corrija o sal
  6. Sirva sobre as “cuias” de alface.

Choom Tai Fo!

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 23/01/2012 em Cozinha Asiática, Receitas

 

Tags: , , , , , , , , ,

Feliz ano do dragão!

Zao Jun, o Deus da Cozinha chinês

Zao Jun, o Deus da Cozinha chinês

Hoje é ano novo chinês! Começa o ano do dragão, animal que representa o imperador e que é o mais poderoso (para o bem e para o mal) dos signos da cultura chinesa.

Próximo à virada do ano chinês comemora-se Zao Jun, o Deus da Cozinha. É comum um quadro com a imagem desse Deus sobre o fogão das casas (como da figura ao lado).

Acredita-se que ao final de cada ano Zao Jun vai até Jade (o governante supremo) e lhe conta tudo o que aconteceu na casa, para que as atitudes de seus moradores sejam recompensadas ou punidas. Por isso, é comum, ao fim do ano, as pessoas passarem mel na boca da imagem de Zao Jun (para adoçar suas palavras) e queimá-la, para que, em forma de fumaça, possa chegar até Jade. No início do ano, uma nova imagem do Deus é colocada no lugar.

Fiquei curioso pra saber mais sobre Zao Jun. Existem muitas histórias para justificar seu título de Deus da Cozinha.

Uma das mais interessantes, conta que Zao Jun era casado com uma mulher muito virtuosa, mas troca sua esposa por uma jovem amante. Por causa do seu adultério, ele recebe um castigo dos céus, ficando cego e pobre. Com isso sua amante o abandona, e ele passa a mendigar para sobreviver.

Um dia, enquanto pedia esmolas, passa por acaso diante da casa de sua antiga esposa; porém, ele não a reconhece por causa da cegueira. Apesar da traição, a mulher tem pena dele, convida-o para entrar e lhe prepara uma deliciosa refeição.

Enquanto Zao Jun come, reconfortado por tão saborosos pratos, sem saber que conversava com sua esposa, conta toda sua infeliz história, mostrando-se completamente arrependido de seus atos. Compadecida e perdoando seu marido, a mulher pede que Zao Jun abra os olhos que ele está curado de sua cegueira. Ele volta a enxergar e imediatamente reconhece a esposa.

Que Zao Jun, com os lábios adoçados pelo sabor de nossos pratos, valorize nossas boas ações em seu relato a Jade, para que o Ano do Dragão seja de muitas recompensas para nós todos!

 
Deixe um comentário

Publicado por em 23/01/2012 em História da gastronomia

 

Tags: , , , , ,